Após pressão, Seed assegura distribuição de aulas para gestantes

Após pressão, Seed assegura distribuição de aulas para gestantes

As gestantes, segundo a Secretaria, poderão pegar aulas "dando lições de reforço à distância". A medida se aplica para PSS e QPM (aulas extraordinárias)

Em nota publicada nesta quarta-feira (19), a Seed informa que “definiu uma nova política para as professoras grávidas da rede estadual de ensino”.

As gestantes, segundo a Secretaria, poderão pegar aulas “dando lições de reforço à distância”. A medida se aplica para PSS e QPM (aulas extraodinárias) que “já estavam se dedicando à rede em 2021”, salienta a nota.

>> Receba notícias da APP no seu Whatsapp ou Telegram

Nas últimas semanas, NREs vinham repassando informações contrárias à nova orientação, o que motivou ofício da APP-Sindicato e a busca de soluções junto à Secretaria.

A adequação ocorre após sucessivas cobranças de gestantes que, frente à Resolução de Distribuição de Aulas e a Lei Federal que impede o trabalho presencial durante a pandemia, temiam ficar sem aulas e sem salário (PSS) ou com o salário reduzido (QPM).

A nota não traz maiores detalhes sobre como se dará a nova política, mas a APP acompanhará a implementação e orienta todas as educadoras a participarem da distribuição de aulas.

>> Clique aqui para acessar a nota da Seed

Isso vai fechar em 5 segundos

MENU