“A paixão segundo Messias”: espetáculo combate o oportunismo político e vilanização da classe artística no Brasil

“A paixão segundo Messias”: espetáculo combate o oportunismo político e vilanização da classe artística no Brasil

Indignados, mas bem-humorados, coletivo de artistas traz ao Teatro Regina Vogue uma reflexão social e política sobre a realidade do país

O espetáculo “A paixão segundo Messias”, que estreia no próximo dia 12 abril, no Teatro Regina Vogue, em Curitiba (PR), nasceu da indignação de um coletivo de artistas que enxergam o cenário político, social e cultural brasileiro como uma verdadeira tragicomédia.

Mergulhando fundo nesse contexto, o dramaturgo e diretor Jester Furtado lidera o coletivo e leva aos palcos a história de um “Messias” qualquer, que se utiliza da ignorância de seu povo para brincar de “salvador da pátria”, ao mesmo passo que dissemina a intolerância e promove o retrocesso. Ele é seguido por um grupo de líderes oportunistas e fanáticos, que desfruta das mazelas e da fé de um povo desorientado.

“Trata-se de uma comédia humana, na qual o real e o patético se unem para transformar o choro e a indignação em fortes gargalhadas. E, assim, a arte vem provocar os ruídos necessários para cumprir seu dever de instrumento de reflexão“, conta Jester, que há mais de 20 anos atua na cena cultural e está à frente da Companhia de Teatro Senhores Furtados, realizadora do projeto.

De acordo com o diretor, a peça expõe também a indignação de uma classe artística vilanizada, desrespeitada em seus direitos e desprovida da atenção do Estado enquanto categoria trabalhadora. “A comédia traz certa leveza à realidade caótica em que vivemos hoje, ao mesmo tempo em que exibe a trágica e risível mediocridade de fanfarrões que ocupam espaço na política e na cultura nacional”, acrescenta Cida Rolim, da Teimosa Produções Artísticas, que assina a produção da obra.

Com duração de 70 minutos e classificação para 12 anos, “A paixão segundo Messias” estreia no dia 12 de abril, às 21h, no Teatro Regina Vogue (Shopping Estação), e tem previstas outras cinco apresentações, nos dias 13, 16, 21, 22 e 23 de abril, no mesmo horário e local.

O elenco é composto por dez artistas: Altamar Cesar, Artur Costa, Carlos Costa, Elter Correa, Geórgia Frantz, Marlon Roger, Natalia Walker, Nawbert Cordeiro, Pedro Gaeta e Raquel Stapassoli.

A música tema do espetáculo, intitulada Marchinha do Bozó, foi composta pelo diretor Jester Furtado (letra) e por Milor da Silva (melodia), com gravação e edição de Alexandre Honório e voz de Milor e Artur Costa.

“A paixão segundo Messias” tem apoio cultural do Sindicato dos Bancários de Curitiba e Região e faz parte da programação que celebra seus 90 anos de existência. Os ingressos podem ser adquiridos na bilheteria do teatro ou pelo link https://minhaentrada.com.br/reginaVogue/agenda-geral.

SERVIÇO:

Espetáculo A paixão segundo Messias
Data: 12, 13, 16, 21, 22 e 23 de abril
Horário: 21h
Local: Teatro Regina Vogue – Shopping Estação
Endereço: Av. Sete de Setembro, 2775, Curitiba/PR
Classificação: 12 anos
Informações: (41) 21018292 e (41) 992237353
Ingressos: bilheteria do teatro ou pelo link https://minhaentrada.com.br/reginaVogue/agenda-geral.

FICHA TÉCNICA:

Texto e direção: Jester Furtado
Produção: Teimosa Produções Artísticas
Direção executiva: Cida Rolim
Assistente de produção: Bruno Antiqueira e Débora Olesk
Figurino: Luciana Lourenço
Aderecista: Carlos Costa
Projeto de cenografia: Carlos Costa
Cenografia: Jester Furtado
Iluminação e técnica: Fabia Regina
Sonoplastia: Mauro Gruber, Bruna de Sá e Artur Costa
Operação de sonoplastia: Maria Clara Furtado
Música tema: Jester Furtado e Milor da Silva
Gravação e edição da música tema: Alexandre Honório
Voz da música tema: Artur Costa e Milor da Silva
Captação e edição de áudio e vídeo: Mauro Gruber, Bruma de Sá e Johann Schuster
Fotos: Saymon Ossovski
Realização: Companhia de Teatro Senhores Furtados
Apoio: Sindicato dos Bancários de Curitiba e Região

ELENCO:

Altamar Cesar, Artur Costa, Carlos Costa, Elter Correa, Geórgia Frantz, Marlon Roger, Natalia Walker, Nawbert Cordeiro, Pedro Gaeta e Raquel Stapassoli.

MENU