Professor assassinado em Pitanga será sepultado amanhã APP-Sindicato

Professor assassinado em Pitanga será sepultado amanhã


null

O sepultamento do professor Ari Juarez Alexandre será amanhã pela manhã, no cemitério municipal de Pitanga. O secretário de Políticas Sociais, Luiz Felipe Alves acompanha o velório representando a APP-Sindicato.

A direção da entidade vem a público externar pesar e choque em virtude do fato ocorrido no final da noite desta segunda-feira (27), quando o veículo do professor Ari Juarez Alexandre, que atuava no Colégio Estadual José de Anchieta, na cidade de Santa Maria do Oeste, foi atacado por homens armados. O professor Ari foi baleado na cabeça e faleceu no local.

De acordo com informações repassadas pela direção regional da APP do Núcleo Sindical de Guarapuava, no veículo estavam, além do professor Ari, outros dois docentes: a pedagoga Marilene Mendes, que também foi alvejada na cabeça, e o professor Cleber Luiz de Souza, que não foi atingido por disparos. Os três estavam à caminho de Pitanga, onde residem, após o expediente de trabalho.

A professora Marilene, em depoimento à polícia, informou que vinha recebendo ameaças do ex-marido, do qual está em processo de separação. Na noite desta segunda-feira, quando o três professores saíam da escola, perceberam que um veículo os seguia. Pouco depois, eles foram forçados a parar. Foi então que os homens armados dispararam contra o carro do professor, que morreu na hora.

Marilene e Cleber conseguiram sair do veículo. O professor Cleber, inclusive, lutou contra um dos homens e conseguiu tomar a arma, que foi jogada em meio à vegetação ao lado da estrada (o revólver foi reencontrado pela polícia na manhã desta terça-feira). Cleber conseguiu se esconder. Marilene, por sua vez, foi alvejada de raspão na cabeça, mas não corre risco de morte.

Após fugir dos homens armados, a pedagoga conseguiu ligar para um amigo e pedir socorro. Foi quando a polícia foi acionada. Neste meio tempo, os agressores retiraram o professor Ari do veículo e o deixaram na estrada. Em seguida, levaram o seu veículo em direção à Santa Maria. Os colegas do professor, que estavam no carro, só souberam do seu falecimento após a chegada do socorro. A professora continua hospitalizada, em estado de choque.

O professor era casado com a também professora de Matemática Gremanes Czekster Alexandre. A APP lamenta profundamente o ocorrido e se solidariza com familiares, amigos, alunos e colegas de trabalho das vítimas.

MENU