Seed anuncia matriz para Ensino Fundamental e recua no Médio

Seed anuncia matriz para Ensino Fundamental e recua no Médio


null

A Seed divulgou ontem (12) que adotou uma nova “matriz de referência” para Ensino Fundamental a ser implantada já no início de 2013. A decisão confirma os planos da Seed em adotar a matriz sem contemplar as reais demandas dos educadores, ao mesmo tempo em que demonstra um recuo no ímpeto de alterar já a matriz para o Ensino Médio, abrindo espaço para debate.
No momento em que o governo anuncia tais decisões, que dizem respeito ao modelo de escola que queremos, é preciso dizer que a decisão representa uma vitória parcial da luta dos trabalhadores da educação pública do Paraná – mais uma conquistada em 2012 frente às estratégias de desmonte da escola pública pelo governo Beto Richa.
Várias foram as ações da APP-Sindicato nesse enfrentamento. A direção estadual vem desde o inicio dessa gestão pautando a Seed para o debate de currículo. A secretaria, contudo, tem se negado a fazê-lo e instaura dentro das escolas um debate meritocrático de disciplinas. A APP repudiou esse encaminhamento defendendo um debate amplo com a categoria – uma discussão realmente aberta, por meio de seminários, encontros de formação, encontros por área, entre outros, que possa resultar numa formulação curricular para nossas escolas e, a partir desta, a construção de uma nova matriz.
Nosso movimento de resistência e de recusa a esse método implementado pelo governo trouxe resultados. Avançamos no Ensino Médio, para o qual havia planos de redução para menos de duas aulas semanais em várias disciplinas. Nossa luta pressionou a suspensão e o recuo do governo.
Entretanto, o informe da Seed traz informação da alteração para o Ensino Fundamental, no qual teremos redução de aulas de várias disciplinas. E nesse aspecto, precisamos dar continuidade à nossa luta. Além de fazermos o enfrentamento às tentativas de redução para menos de duas aulas semanais nas disciplinas, faremos questão de rediscutir a matriz do Ensino Fundamental em 2013.
Convocamos todos os trabalhadores em educação do Paraná para a Assembleia da categoria no dia 15 (sábado) em Curitiba. Precisamos avaliar o momento, refletir as questões e desafios que estão postos para a educação e avançar na luta em defesa da escola que queremos.

MENU