Professora é homenageada na comemoração dos 30 anos da CUT

Professora é homenageada na comemoração dos 30 anos da CUT


null
Durante o dia de ontem, 10, atividades marcaram as comemorações no Paraná dos 30 anos de luta da Central Única dos Trabalhadores (CUT). Na parte da tarde uma Plenária Sindical reuniu dirigentes de todo o Estado para uma análise de conjuntura nacional e estadual, avaliando as principais lutas no Brasil. O encontro foi na sede estadual da APP-Sindicato e contou com a presença do presidente da CUT Nacional, Vagner de Freitas e da vice-presidente a vice-presidente Carmen Foro. Após a plenária foi realizada a inauguração da nova sede da CUT/PR, o prédio foi totalmente reconstruído e com uma nova estrutura.

Durante a inauguração, algumas pessoas que simbolicamente representam o crescimento e o fortalecimento da CUT no Paraná foram homenageadas, dentre elas a professora aposentada Judith Barbisan, que esteve presente na Conferência Nacional das Classes trabalhadoras (Conclat) em 1983, representando a APP-Sindicato, que na época ainda era uma Associação. “Quando me chamaram neste palco o meu coração deu um salto no peito, fiquei emocionada, porque há 30 anos com o meu voto a CUT foi criada. A única, a verdadeira, a que luta pelos trabalhadores. Eu estava lá junto com outros professores de cada estado deste país e todas as classes de trabalhadores. Três dias de debate, de discussão, de crescimento. Nós não estávamos hospedados, nós estávamos alojados, porque dormíamos no chão, não tinha cadeiras, tinham bancos pra a gente sentar. Na hora de comer era sentado no chão, com o prato no colo. Mas isso, mostrava um carinho, uma coisa boa de descobrir que você é útil. Cada um de vocês é útil para este país”, conta a professora com voz forte e emocionada.

Judith ainda motiva os novos, que estão chegando à luta, “porque medo de greve, porque medo das coisas? Quando a gente luta por direitos e direitos sagrados, diretos que fazem com que destas mãos, estas mãos estão representando todos vocês. Que destas mãos, o nosso amado país só tem a crescer e a vencer cada vez mais. Nunca abaixem a cabeça pra ninguém, tenham orgulho de vocês mesmos, tenham orgulho daquilo que vocês fazem, porque a transformação da sociedade é a gente mesmo que faz”.

Também foram homenageadas outras pessoas que fizeram e fazem história dentro da CUT/PR como Luiz Perin, um dos responsáveis pela organização da CUT na região sudoeste do estado e pelas lutas junto aos trabalhadores do campo, David Pereira de Vasconcelos, um dos fundadores da CUT e uma das pessoas mais emblemáticas presente na luta ao lado dos trabalhadores da construção civil, Dona Terê que está na CUT há 23 anos e Valdenir Carvalho e o Paulinho pela dedicação durante a reforma da sede.

O presidente da CUT Nacional, Vagner de Freitas, a vice-presidente Carmen Foro e a presidente da CUT/PR, Regina Cruz em suas falar agradeceram a todos e a todas que de alguma forma estiveram presentes nestes 30 anos de história e também reforçaram a importância das pautas atuais, de continuar a luta, a história dos trabalhadores e trabalhadoras.

MENU