Respeito é pagar o que deve

Respeito é pagar o que deve


null
Nas redes de TV e de rádio o governo do Paraná gasta muito dinheiro para convencer a população do Paraná de que respeita os professores e funcionários da educação. Para tanto, afirma que deu mais de 50% de reajuste para os professores. O governo não fala que parte deste reajuste veio em virtude de determinação legal: a Lei da reposição da Inflação e a do Piso. E esta última não tem sido cumprida integralmente. Nem fala que estes ganhos vieram após mobilização da categoria, e nas vésperas de assembleias de deflagração de greve.

Só para lembrar, o governo tentou parcelas o pagamento das perdas inflacionárias, e em um primeiro momento negou a implementação do Piso Nacional do Professor aqui no Paraná, conforme estabelece a Lei. Além do mais, a categoria aguarda o cumprimento dos 33% de hora-atividade em janeiro de 2014.

Veja qual a dívida do governo com a categoria:

Após várias reuniões de negociação e mobilizações, na paralisação do dia 30 de Agosto, o governo assumiu o compromisso de implantar na folha as progressões e promoções de funcionários sem, no entanto, saudar os valores retroativos.  O acordo veio a ser cumprido, após o calote no mês de setembro, no dia 04 de outubro em folha complementar.

Entenda o que foi pago na folha complementar:

FUNCIONÁRIOS(AS)

– Implantação de uma classe a mais (3,8%) para todos os funcionários do QFEB:

Valor aproximado – R$ 1.500,000,00

– Implantação das promoções e progressões:

Valor aproximado: R$ 8.231,00 (aproximadamente)

 

PROFESSORES(AS)

– Implantação 0,6% diferença do Piso Nacional retroativo a maio (5 meses):

Valor aproximado: R$ 8.500,00

– Implantação de promoções na folha (PDE 2010 e enquadramentos no Nível II):

Valor aproximado: R$ 1.500,000,00

 

Veja o que o governo ainda deve:

FUNCIONÁRIOS(AS)

– Pagamento dos avanços atrasados de agosto de 2012 a agosto de 2013:

Valor aproximado: 26.535.800,00

 

PROFESSORES(AS)

Implantação da última parcela da equiparação  na folha de outubro– ( 3,94%):

Valor aproximado: R$ 12.700,00

Pagamento de avanços atrasados de agosto de 2012 a agosto de 2013:

Valor aproximado: R$ 15.500,00

Pagamento das progressões de outubro:

Valor aproximado: R$ 9,00


O governo do Paraná anunciou que os 12 milhões e 700 referentes a última parcela da equiparação estará na folha de outubro. Confirmado este pagamento, ainda ficará a dívida de aproximadamente 51 milhões.

Mobilização – Para garantir o recebimento desta dívida até o final deste ano, a categoria terá que fazer muita luta e pressão no governo. A APP já solicitou reunião específica com o governo para discutir o tema e convocou, juntamente com outras entidades de servidores públicas, uma vigília em frente ao Palácio Iguaçu na noite do dia 28 e um ato público, às 9 horas da manhã do dia 29/10. As recepções ao governador continuam para exigir o respeito que a categoria merece.  

MENU