Reivindicação da APP, governadora anuncia 13º para 10 de dezembro

13º é direito e o recebimento está garantido em lei

Foto: Divulgação

O  governo estadual anuncia o pagamento do 13º salário dos(as) servidores(as) públicos(as) estaduais para o dia 10 de dezembro, que cai na segunda semana do mês. A decisão abrange cerca de 280 mil funcionários(as) ativos(as), pensionistas e aposentados(as).

O direito ao 13º deve ser cumprido e a determinação da governadora Cida Borghetti (PP) segue apenas o que diz a lei. Mas, para a educação pública, as dívidas do Estado permanecem e negociação, após reuniões com a governadora e com representantes da Secretaria da Educação (Seed) e da Secretaria da Fazenda (Sefa), deve continuar para que a pauta educacional tenha respostas antes do ano se encerrar.

No pronunciamento desse pagamento, Cida Borghetti diz “o Estado tem uma situação financeira equilibrada, que nos permite fazer este anúncio”, o que para a APP-Sindicato não é novidade e já mostrou vários cálculos que comprovavam isso. A pergunta agora é quando os(as) servidores(as) vão receber os benefícios devidos pelo governo do Estado? Chega de calote! Data-base é dívida!

O presidente da APP, professor Hermes Leão, enfatiza que a governadora Cida Borghetti ainda tem tempo de apresentar uma proposta referente a esse calote do pagamento da reposição salarial. “É pauta importante para a educação pública e que já estávamos debatendo com a governadora antes das eleições, sendo que foi adiada nesse período com a promessa de negociações após a disputa eleitoral”.

Leia mais e veja o que a APP cobra e sua atuação:

:: APP se reúne com Seed para cobrar pauta da educação

:: FES quer alteração no orçamento para garantia da data-base