Warning: Error while sending QUERY packet. PID=26556 in /var/www/wp-includes/wp-db.php on line 1887
  • 10 de abril de 2017

Confira o andamento das ações judicias movidas pela APP contra a Resolução da Maldade

Sindicato recorre à Justiça para garantir o cumprimento a hora-atividade, o direito às aulas-extraordinárias e contra a demissão de PSS´s

9290

10A direção estadual da APP-Sindicato tem reunido força em várias instâncias sociais e jurídicas para assegurar o direito à qualidade na educação e também contra os ataques nos direitos dos(as) professores(as). Desde a publicação da Resolução da Maldade  – que alterou a distribuição de aulas, puniu educadores(as) que haviam se afastado para tratamento de saúde ou licenças para aperfeiçoamento e resultou na demissão de mais 7 mil profissionais contratados(as) no regime PSS – a APP, munida das argumentações contidas na legislação e na Constituição Federal, vem buscando na Justiça o direito dos(as) estudantes e trabalhadores(as) à um estado de respeito e ao ensino com garantia de qualidade.

Confira abaixo a tramitação das ações protocoladas pelo Sindicato na Justiça do Estado do Paraná:

Ação Tipo Resultado Tramitação
Hora-atividade

Pede a não aplicação e nulidade do artigo 9º da Resolução 113/2017

Coletiva Liminar concedida

Estado modificou a resolução (para pior), manifestação da APP informando o não cumprimento da liminar com pedido de prisão

Juiz declarou a extinção do processo, devido alteração realizada pelo Estado.
Hora-atividade

Ação para declarar a nulidade do disposto na Resolução nº 357/2017, em sua totalidade, porque contrária a Lei Complementar nº 174/2014 anexo II e a Lei Complementar nº 103/2004

Coletiva Liminar concedida Estado foi notificado na tarde de sexta (24). Recorreu da decisão no TJ no dia 02 de março. APP foi à Seed no dia 03 para cobrar o cumprimento da decisão. Após a reunião, o Estado apresentou recurso no Tribunal de Justiça.

Tribunal de Justiça manteve liminar. Aguarda cumprimento da decisão.

 

Aulas extraordinárias (laudo médico/PSS)

Pede a não aplicação e nulidade do artigo 49º parágrafo 9º da Resolução 113/2017

Coletiva Liminar não concedida. Protocolamos recurso de agravo no Tribunal de Justiça – aguardamos decisão.
Legalidade dos afastamentos

Pede a não aplicação e nulidade dos artigos 33, 34, 35 da Resolução 113/2017, para fins de classificação e atribuição aulas extraordinárias

Coletiva Liminar concedida– Estado entrou com recurso de Agravo de Instrumento, sendo a liminar suspensa pelo Tribunal de Justiça.

 

Apresentamos resposta ao agravo – aguarda decisão final do Tribunal de Justiça.
Legalidade dos afastamentos dos(as) estatutários(as)

Pede a não aplicação e nulidade do artigo 39 alínea “G” da Resolução 113/2017.

Coletiva Uma liminar parcial hoje obriga o Estado a realizar as perícias médicas e emitir os laudos.
Legalidade do afastamento dos(as) PSS´s

Várias ações pedem a não aplicação e nulidade do artigo 49 parágrafo 9º da Resolução 113/2017.

 

Individuais Algumas liminares já concedidas – Aguarda o cumprimento por parte do Estado; Estado começa a cumprir algumas decisões
Legalidade dos afastamentos dos(as) estatutários(as)

3 ações pedem a não aplicação e nulidade do artigo 39 alínea “g” da Resolução 113/2017,

Individuais Algumas liminares já concedidas – Aguarda o cumprimento por parte do Estado; Estado começa a cumprir algumas decisões

 

 

Fonte: Joka Madruga

1º de outubro é o Dia Internacional da Pessoa Idosa

Em 1991 a Organização das Nações Unidas  (ONU) instituiu o 1º de outubro como o Dia Internacional da Pessoa Idosa…

Prêmio Jovem Negro de Literatura 2017

Jovens autores(as) negros(as) de todo Brasil já podem se inscrever no Prêmio Jovem Negro de Literatura 2017, organizado pela Faculdade Zumbi dos…

APP alerta: sindicalizado(a) desconfie e denuncie qualquer contato pedindo dinheiro

Novamente, a categoria  tem atraído a atenção de golpistas. A APP-Sindicato pede atenção aos(às) seus(suas) sindicalizados(as) para o golpe da…
437Dias 20Horas 13Minutos 31Segundos

Eventos

Não há próximos eventos.