Coletivos da CNTE se preparam para encontro em Curitiba

Em agosto, reuniões dos Coletivos acontecerão na capital paranaense

Foto: Divulgação

Em virtude do cenário político do país, de ameaça à democracia brasileira e da necessidade de dar apoio à Vigília Lula Livre, as reuniões dos coletivos da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE) serão realizadas, em Curitiba (PR), no mês de agosto. As convocatórias já foram encaminhadas aos sindicatos, com as orientações para o envio de representantes e a programação.

O encontro do Coletivo de Funcionários da Educação, sob a coordenação do professor José Carlos Bueno do Prado (Zezinho), está marcado para os dias 15 e 16/8. A programação prevê a análise de conjuntura, com Heleno Araújo, presidente da CNTE, e a exposição sobre o Seminário Internacional de Funcionários de Escolas da IE, com Guelda Andrade, secretária de Políticas Educacionais do Sintep/MT, e Valdivino de Moraes, secretário executivo da CNTE. Além disso, haverá debates sobre a política nos estados e os desafios para o exercício da atividade profissional.

A Secretaria de Assuntos Municipais estará à frente da oficina de trabalho com o tema “Planos de Carreira e Remuneração: estruturas de carreira e impactos financeiros”, de 20 a 22 do mesmo mês, na capital paranaense. “O objetivo é a leitura do orçamento, das planilhas de arrecadação dos municípios, e checar o que é destinado à educação. Assim, podemos ´casar` as informações com as campanhas salariais. A proposta é municiar os sindicalistas para quando estiverem na mesa de negociação”, explica Cleiton Gomes, secretário da área na Confederação.

As datas de 29 e 30/8 serão dedicadas às atividades do Coletivo de Combate ao Racismo, que terão como eixo norteador os “130 anos da não abolição”. O debate será em torno das perdas políticas da população negra diante das ações do governo antidemocrático do país. “Também teremos a apresentação do balanço da atuação de entidades como o Movimento Negro Unificado e o Centro de Estudos das Relações de Trabalho e Desigualdades. Abordaremos, ainda, as propostas para a reorganização dos núcleos para o enfrentamento diário do racismo nas escolas”, explica Iêda Leal, secretária de Combate ao Racismo da CNTE.

Está prevista agenda dos integrantes dos coletivos no espaço da Vigília Lula Livre.

Fonte: CNTE