Ato de solidariedade às vítimas de Brumadinho acontece na sede da APP, em Curitiba

Terça-feira (05) participe e saiba como ajudar junto ao MAB

Foto: Divulgação

Somar esforços para ajudar após a tragédia ocorrida em Brumadinho (MG). Os números chocam, pois já são 110 vítimas e ainda existem 288 desaparecidos(as) ou mais. Fica o convite da coordenação do Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB) para as  organizações da Frente Brasil Popular, sindicatos, coletivos e parcerias para participar do ato em solidariedade e apoio às vítimas atingidas pela Vale em Brumadinho, na próxima terça (05), às 19h30, no auditório da APP Sindicato (Av. Iguaçu, 880, bairro Rebouças).

Robson Sebastian Formica, do MAB, explica a proposta que vai além da solidariedade como também uma oportunidade para apresentar informações e as iniciativas do Movimento para essa pauta emergencial. “Buscamos uma sensibilização para a questão da segurança, pois aqui no Paraná temos centenas de barragens construídas e pequenas hidrelétricas. A ideia é deixar a sociedade a par das condições que se encontram essas barragens e planos para as populações que vivem nas proximidades. Precisamos ter mais informações e saber quais as providências do Estado para tornar isso público com todas orientações necessárias. Precaução e prevenção é a nossa luta”.

Saiba como o MAB está ajudando:

– Construção da solidariedade com equipes (brigadas), articulação com diversos órgãos e entidades para apoio, solidariedade e iniciativas conjuntas;

– Está no local ajudando as famílias e trabalhando com elas na organização das pautas para solução dos problemas;

– Busca de ajuda jurídica;

– Concentração nas seguintes comunidades e sede de município: Córrego Feijão, Parque das Cachoeiras, Brumadinho, Pará de Minas, Congonhas e Macacos. Além da construção de um plano com atuações em várias cidades abaixo, nos rios Paraopeba e São Francisco, com iniciativas para conter as consequências da lama;

– Auxílio na divulgação, listas e reivindicações para que as famílias tenham acesso às informações, condições e apoio funerário;

– Organização da ciranda infantil itinerante com educadores(as) para que as famílias participem de reuniões e tenham acesso às informações.

Agenda – No dia 14 de março, Dia Internacional de Luta Contra as Barragens, serão realizadas ações em todo o Brasil e internacionalmente em homenagem à data, aos rios, águas e vida, e contra o crime em Brumadinho e um ano da morte de Marielli Franco.