• 16 de setembro de 2016

Abertura do Conselho Estadual da APP tem lançamento de livro do jornalista Ricardo Gozzi

Reunião que antecede assembleia resgata greves histórias com apresentação de “Educação sob ataque” e debate sobre conjuntura

Educadores(as) que representam os Núcleos Sindicais da APP estão reunidos(as) hoje (16), na sede estadual do Sindicato, para analisar e debater as propostas da assembleia geral da categoria deste sábado (17), onde próximas mobilizações da categoria e ações de negociação sobre a pauta da educação.

Durante a primeira parte do debate, o presidente da APP-Sindicato, professor Hermes Leão, convidou o jornalista Ricardo Gozzi para apresentar aos(às) trabalhadores(as) o resultado de mais de um ano de trabalho jornalístico, o livro “Educação sob ataque – Resistência e luta dos educadores do Paraná”, publicado pela editora serpente. “Registrar a história é fundamental. Vamos levar a diante esta memória contada em livro para perpetuar a nossa luta e resistência”, comenta o presidente.

Para o autor, a obra é um retrato da covardia vivida em dois momentos históricos do Paraná. “Gostaria de agradecer à APP ao Joka (Madruga), ao Hermes (Leão) , ao Luiz Fernando (Rodrigues), à bancada de oposição, figuras muito importantes na construção dessa narrativa. O livro é uma alternativa ao que o poder vai tentar perpetuar sobre o que foram aquelas greves de 88 e 2015. Um massacre moral e físico para que seus direitos não fossem violados”,  explica Gozzi.

Sobre o processo de produção do material o jornalista comenta as dificuldades e antecipa sobre a narrativa das duas maiores greves dos(as) trabalhadores(as) da educação do Paraná. “Consegui conversar com os principais personagens do 12 de fevereiro e do 29 de abril e descobri coisas que nem imaginava. Isso acabou abrindo a oportunidade de conhecer mais sobre o 30 de agosto de 88.Quando comecei a ler o livro eu quis contar os dois lados da história. Tentei entrevistar o Beto Richa. Tentei entrevistar o Ademar Traiano. Tentei entrevistar o comando da polícia envolvido e eles simplesmente nem responderam os pedidos da entrevista. E realmente sem justificativa”.

Rodrigo Maia manobra e Câmara aprova urgência para Reforma Trabalhista

Mais uma vez de forma autoritária, a Câmara dos Deputados, sob a batuta do presidente Rodrigo Maia, atropelou o regimento interno…

APP cobra deputados(as) federais: não aprovem a reforma da previdência!

1010Após a paralisação nacional dos(as) trabalhadores(as) no dia 15 de março, demonstrando total contrariedade à reforma da previdência, os(as) educadores(as)…

Secretaria revogará instrução que mudava a jornada das(os) pedagogas(os) e readaptadas(os), segundo NRE de Curitiba

Dirigentes e assessores(as) do Sindicato distribuíram um manifesto contra a proposta do governo de alterar a jornada de pedagogos(as) e…
617Dias 10Horas 36Minutos 41Segundos

Eventos

No dia 26/04, a APP-Sindicato comemora 70 anos de luta e resistência em Defesa da Escola Pública” e neste dia fará essa comemoração nas Praças Públicas e nas escolas, com panfletagem e diálogo com a população.

Seminário e oficina estadual sobre assédio moral e adoecimento dos(as) trabalhadores(as) em educação

Data inicial: 26 de abril de 2017

Data final: 27 de abril de 2017

Local: a definir

A APP-Sindicato realizará neste dia um Seminário e uma oficina estadual que traz como tema principal o assédio moral e o adoecimento dos(as) trabalhadores(as) em educação. Logo em nosso site mais informações sobre esse evento.

18ª Semana Nacional em Defesa e Promoção da Educação Pública – CNTE.

Data inicial: 17 de abril de 2017

Data final: 28 de abril de 2017

Com o tema: “Democrática e Crítica, a Educação Pública não está à venda” a CNTE – Confederação dos Trabalhadores em Educação está promovendo, entre os dias 17 e 28 de abril, um debate nas escolas, com a comunidade escolar, nos bairros, nas feras e nos comércios sobre a Reforma da Previdência, a Reforma Trabalhista e a Terceirização. Para além, do debate sobre o Direito à Educação Pública e de Qualidade, a Lei da Mordaça e a Reforma do Ensino Médio e destaque para os temas dos(as) funcionários(as) de escola. Clique no link http://www.cnte.org.br/index.php/campanhas/18227-18-semana-nacional-em-defesa-e-promocao-da-educacao-publica-2017.html para outras informações e acesso ao material de debate.

A Assembleia Estadual da categoria também deliberou por Greve Geral no dia 28/04 –  Dia de Luto e Luta em memória dos 2 anos do Massacre do 29 de abril, com atos estadual, regionais e nos municípios juntamente com demais sindicatos, centrais sindicais e movimentos sociais. Ato com concentração no Centro Cívico, em Curitiba.

Lançamento do livro “70 anos da APP-Sindicato”.

Data: 29 de abril de 2017

Local: a definir