Servidor valorizado é serviço público de qualidade


null

Os servidores públicos formam um segmento dos trabalhadores muito importante para a sociedade. A máquina estatal que queira ter serviços públicos de qualidade precisa de servidores bem formados e qualificados, com condições dignas de vida e trabalho. Só assim o Estado pode cumprir seu dever de ofertar boa Educação, Saúde e Segurança à população.
O autoritarismo e a falta de transparência dos anos da ditadura militar favoreceram um tipo de funcionário que se tornou o pior modelo para o setor. Aquele sujeito apadrinhado, contratado sem concurso, que não trabalhava e recebia altos salários.
Após a ditadura, em vez de profissionalizarem e modernizarem tecnicamente a estrutura estatal, sucessivos governos investiram com pesadas campanhas para culpar os servidores pelas mazelas do país. O slogan “Caçador de Marajás” foi o mote para se perseguir e demitir funcionários públicos.
Na década de 1990 o ataque se intensificou com as políticas do PSDB e do PFL. Foram os anos marcados e pela privatização de bens e serviços públicos (muitos de forma fraudulenta) e pela terceirização de servidores. A lógica neoliberal diz que empresários deveriam explorar Educação, Saúde e Segurança a quem tem dinheiro para pagar. Para esta política não era necessário investir nos funcionários públicos.
Professores e funcionários de escolas públicas do Paraná resistiram bravamente às políticas de Lerner. Também se mobilizaram pela implantação de políticas e planos de carreiras que servissem de base para elevar a qualidade do ensino público paranaense.
Algumas conquistas foram alcançadas, como o Plano de Carreira dos Professores. Outras ainda dependem da nossa luta, como o Projeto de Profissionalização e o Plano de Carreira dos Funcionários da Educação.
Por isto, ao lembrar a data comemorativa aos funcionários públicos, neste 28 de outubro reafirmamos nossa luta para que o povo tenha acesso aos serviços públicos de qualidade. Quando defendemos nossos salários e nossa carreira, defendemos um direito da população paranaense.