19ª Semana Nacional da Educação de olho no futuro do cenário educacional brasileiro

APP-Sindicato debaterá temas educacional e social que antecedem as eleições em outubro

“Pensar em Educação é Pensar no Brasil” é o norte para a 19ª Semana Nacional em Defesa e Promoção da Educação Pública, que acontece na próxima semana, de 17 a 23 de setembro aos quatro cantos do Brasil.

Faz-se necessário e urgente abordar com a sociedade temas como direitos legais e ataques sofridos, em especial aos serviços que atendem a necessidade básica da população, como educação, saúde e segurança,  além de preservar as riquezas naturais do país. São muitas as reflexões e ataques sofridos por uma gestão administrativa que impõe retrocessos.

A Semana da Educação objetiva incluir a pauta educacional e social no debate eleitoral. Afinal, dia 7 de outubro é hora de votar e escolher quem vai te representar. Qual é o país que você quer?

A vice-presidenta da CNTE, professora Marlei Fernandes de Carvalho, disse que a 19ª Semana da Educação representa uma forte atuação da Confederação na defesa de uma escola pública de qualidade para todos. “Em período de golpe e em ano eleitoral, mais do que nunca a CNTE acerta no princípio de chamar a atenção dos educadores, pais, mães e estudantes sobre a importância das eleições e de que o seu voto decide o nosso futuro – é o mote dessa Semana. É preciso compreender a necessidade de eleger representantes da classe trabalhadora e que entendam da educação pública para ter as legislações garantidas e revogar as legislações que retiraram direitos dos trabalhadores”. Marlei Fernandes exemplifica com a Emenda Constitucional 95 que congela os investimentos no serviço público por 20 anos, além da Reforma do Ensino Médio que retira a maioria dos estudantes da escola pública e acaba com a profissão docente.

O material de debate (veja aqui) nas escolas, câmaras, assembleias legislativas e com toda a sociedade já está disponível pela Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE). O conteúdo visa auxiliar no trabalho que será desenvolvido por sindicatos em suas cidades e regiões na luta pela educação pública.

Atenção para o dia 19 de setembro. A chamada da CNTE é para que ocorram atos públicos em memória a Paulo Freire, patrono da educação brasileira, e em defesa da democracia.